AULAS PRÁTICAS DIA DE DOAR KIDS

Sabia que gentileza e generosidade são hábitos que começam desde a infância? Muitas pessoas deixam de doar porque não aprenderam a importância e o valor que a doação tem. Pensando nisso, o Dia de Doar Kids criou Aulas Práticas que são práticas de verdade. 
Tudo descomplicado para que mães, pais, tias e tios, avós e avôs, madrinhas e padrinhos... consigam conversar sobre o assunto com crianças e jovens já mostrando como é que tudo funciona.

Logo_Aulas_praticasFTD2.png
Logo_Aulas_praticas_1.png
Logo_Aulas_praticas_botao6.png
Logo_Aulas_praticas_botao3.png
Logo_Aulas_praticas_3.png
Logo_Aulas_praticas_4.png

A cultura de doação é a forma como um indivíduo se percebe no ato de doar, isto é, em que medida ele acredita que é parte responsável pela transformação positiva da sociedade. A expressão cultura de doação começou a ser usada no Brasil no início de 2010, com a estruturação de um movimento por uma cultura de doação que mapeia, articula e cria condições para estimular o cultivo e o florescimento de um país mais consciente e doador. Leo Fraiman, psicoterapeuta e fundador da Metodologia OPEE, aprofunda esse assunto complexo e multidimensional no volume do 9º ano na obra Projeto de Vida e Atitude Empreendedora em um capítulo especial, escrito em parceria com a equipe Dia de Doar Kids.

 

Esta aula especial, em parceria com a BSocial, mostra como fazer doações em plataformas virtuais, passo a passo, tudo fácil e bem explicadinho. Quem já fez, repetiu. E repetiu. E repetiu. No mundo da doação, diferentemente da escola, repetir as doações é bom demais! Dê uma aula de generosidade: comece com sua família, mobilize seus amigos, compartilhe em suas redes sociais. Bons exemplos fazem toda a diferença.

A generosidade gera e gira a economia. Quanto vale isso? Vale muuuuito! Nestas 3 aulas especiais, preparadas por planejadores financeiros, você vai conhecer dicas imperdíveis para começar a falar sobre a Economia da Generosidade desde cedo com as crianças. Sim, ser generoso e investir na bolsa de valores humanitários faz com que a cotação de ativos mais que importantes, como respeito, solidariedade e cidadania, fique cada vez mais em alta. Isso impacta não só a vida de quem doa e de quem recebe, como também de toda a comunidade. Já ouviu dizer que investir na educação é investir no futuro? Então clica e assiste que você vai gostar!

Gentileza se aprende praticando. E uma forma de praticar é fazer algo com muito carinho e oferecer para alguém a quem você quer agradecer, felicitar, alegrar. Pode ser um desenho bonito, um bilhete com uma mensagem de inspiração ou… um Bolinho da Gentileza! Primeiro, pense na pessoa que vai receber o seu presente: do que esta pessoa mais gosta? Depois, com a ajuda de um adulto responsável, as crianças podem aprender esta receita básica preparada pela Bolo da Madre e colocar o seu “tempero pessoal”, de acordo com o gosto de quem vai receber. Quando o bolo ficar pronto, huuuuummmm!, espere esfriar, faça uma embalagem bonita, um cartão escrito de coração, e… é só entregar e esperar a reação!

Doação é algo que precisa virar um exercício diário. Cada gesto, cada movimento, cada atitude precisam ser incorporados no nosso dia a dia para deixarem de ser teoria e virarem prática de verdade. Uma forma divertida de praticar é… cantar e dançar, assim você não se esquece de doar. Esta dancinha surgiu em 2017, acompanhando o lançamento da canção oficial do Dia de Doar. E foi atualizada em 2020, com a participação especial da Embaixadora Dia de Doar Kids Isabella Casarini. Aprenda os movimentos, treine a coreografia, e compartilhe nas suas redes sociais, lembrando sempre de marcar o Dia de Doar Kids! Dica: desafie os seus amigos — vamos ver quem dança mais e… quem doa mais também!

O que você gostaria de ter aprendido sobre doação quando você ainda era criança? O projeto “Para Aprender a Doar” propõe para filantropos, generosos e solidários de plantão que compartilhem suas dicas sobre a importância da doação com o Dia de Doar Kids. O objetivo? Fazer a diferença na educação de muitas crianças deste nosso Brasil.  Bons exemplos são sempre bem-vindos, e quando surgem na infância, melhor ainda.

 
 
 
 
 
 

Quer fazer uma campanha do Dia de Doar, mas não sabe por onde começar? Pois aqui tem dicas beeeeeem práticas para você pensar na sua própria iniciativa. Você pode apoiar a divulgação do Dia de Doar em seus grupos e nas suas redes sociais, pode fazer captação de recursos para uma organização que você admira, pode mobilizar a sua comunidade para alguma causa especial, pode acionar os meios de comunicação de sua região… Existem mil maneiras de fazer e acontecer. E nada como ouvir de quem faz e acontece para aprender e ter a certeza de que você também pode fazer a diferença!

Em parceria com:

Logo_semdata_Horizontal_Branco_transpare